Breve reflexão para divulgar a Guerrilha do Bom Humor ;)

Essa é breve mesmo, porque estou bem cansada por causa das apresentações de hoje em Santa Maria.

Bastidores - O Esquadrão se preparando para ganhar as ruas.

Bastidores – O Esquadrão se prepara para ganhar as ruas   Foto de Natasha Padilha.

Bom, eu venho pensando sobre as coisas que escrevo e publico aqui, sobre as coisas que não escrevo e gostaria de publicar e, para variar só um pouquinho, no nosso trabalho. Meu último depoimento por aqui gerou muitas observações, todas elas muito legais. Muita gente se emocionou e eu fiquei feliz com isso porque, no final das contas, eu estava emocionada e consegui, através de um texto, atingir as pessoas com esse sentimento. Só que nem tudo são flores…

E eu dizendo que seria breve. Hoje, em uma das apresentações, dentro do Restaurante Comunitário de Santa Maria, depois de termos pegado uma chuva do lado de fora, ouvi uma senhorinha com a bandeja na mão dizendo: “_ Ai, meu Deus, ficar comendo com esse barulho não dá, né?” Hahaha! Detalhe: o barulho era o Esquadrão da Vida falando um texto do meu pai, o Ary Pára-Ráios, que diz mais ou menos assim: palhaço não é ministro, mas tem ministro palhaço! Hei de concordar com ela, durma-se com um barulho desses! Será que estaríamos sendo muito panfletários?

Fico com medo de escrever e sempre parecer poética, até ingênua, acho que é isso. O fato é que às vezes é uma merda. Não pela reação das pessoas, mas pelo trabalho hercúleo que é esse que a gente resolveu fazer. Pela falta de apreço (mais uma vez ressalto que esse apreço não tem a ver com a reação público, nosso público de coração escancarado). Pela brutalidade que avança na delicadeza, sem deixar espaço para a sensibilidade. Pela gestão pública e também pela  gestão privada que querem apenas dizer que seu espetáculo foi bancado por elas, colocando um banner, ou uma faixa ou um carro de som, mesmo que isso não tenha nada a ver com o espetáculo. E mesmo que eles não estejam nem aí para o que está sendo feito.

Ah, sei lá…

Quem tiver a oportunidade de ver a gente amanhã, apareça! Estaremos em Itapoã, às 11h e às 14h na festa de aniversário da cidade. E, como sempre, esperamos que a sutileza avance na brutalidade. E daí, a gentileza e a delicadeza, que tantos prezam, aparecerão.

Um beijo,

Maíra

Anúncios
Esse post foi publicado em Depoimentos, relatos e afins., Informações e marcado , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Breve reflexão para divulgar a Guerrilha do Bom Humor ;)

  1. Ellen Oléria disse:

    toda luz nessa caminhada… bjo

  2. maira va’ escrevendo poque v. tem um jeito descontraido de escrever. alem disso tem a quem puxar. o seu trabalho e’ duro mas e’ seu e’ uma invencao do seu pai. ainda eh cedo para desanimar. nos todos sabemos que o seu trabalho nao eh facil e porisso torcemos por v. .maria coeli.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s